CINQUENTA POR CENTO DO JORNAL NACIONAL PARA DESTRUIR TEMER

 

globotemerjn

 

Tempo corresponde a 56% da edição deste sábado

A edição deste sábado (17.jun.2017) do Jornal Nacional, na TV Globo, dedicou 24 minutos e 43 segundos à repercussão da entrevista do empresário Joesley Batista à revista Época. O tempo é equivalente a 56% da duração de todo o conteúdo exibido na edição.

Foram 18 minutos e 52 segundos para a reportagem “Joesley Batista reafirma as denúncias que fez contra Temer” e 5 minutos e 51 segundos para “Temer diz que vai entrar com ações na Justiça contra Joesley Batista”.

Essa contabilidade importa para Michel Temer porque o Jornal Nacional é, ao lado do Fantástico, o programa jornalístico com mais poder de pautar o debate público no Brasil. Ter uma má imagem veiculada pelo JN significa ter menos simpatia do eleitorado.

Quanto menos simpatia do eleitorado tiver o governo, menor será a vontade de congressistas se associarem ao Planalto. Ainda mais porque 2018 é ano eleitoral.

Ou seja, quando pior fica a imagem de Temer perante à opinião pública, menor a chance de deputados se disporem a defender o presidente quando chegar a denúncia da PGR (Procuradoria Geral da República). A Câmara precisará dar aval para o STF julgar Temer.

No dia 17 de maio, quando foi divulgado o caso FriboiGate, o Jornal Nacional dedicou 35 minutos e 21 segundos a reportagens negativas sobre o peemedebista. O programa ajudou a transformar a publicação de parte da delação de Joesley Batista na pior crise política já enfrentada por Michel Temer.

PUBLICADO PELO ” BLOG PODER 360″ ( BRASIL)

TEMER VAI USAR O ESTADO PARA DESTRUIR A JBS

images-cms-image-000549609

Além de medidas jurídicas pessoais, presidente quer indenização à União
O presidente Michel Temer disse ao SBT que pediu à Advocacia Geral da União para estudar medidas judiciais contra o empresário Joesley Batista e o grupo JBS por “danos à economia do país”. Temer afirmou que Joesley “mentiu e se fez de vítima” na delação e na entrevista à revista “Época”, causando prejuízos econômicos ao Brasil. Segundo ele, o Tesouro precisa ser reparado.

Essas medidas judiciais são diferentes dos processos pessoais que o presidente adotará a partir de segunda-feira: uma ação penal por calúnia, injúria e difamação e outra de indenização para ser doada a entidade beneficente.

O presidente também está contrariado com a Procuradoria Geral da República, que firmou o acordo de delação com Joesley. Temer disse o seguinte ao SBT: “Se o Ministério Público não pretende tomar medidas judiciais contra um criminoso que mereceria dois mil anos de prisão, eu tomarei as medidas para colocá-lo na cadeia”.

*Veto verde

O presidente disse ao SBT que vetará a medida provisória que diminuiu o tamanho de reservas indígenas na Amazônia. O Congresso desfigurou o projeto, aumentando áreas para desmatamento e uso agropecuário.

Na viagem internacional que fará a partir de segunda-feira, Temer pretende deixar claro que o Brasil seguirá o Acordo de Paris, sinal importante para os encontros que terá no exterior na próxima semana, sobretudo na Noruega. O presidente também visitará a Rússia.

KENNEDY ALENCAR ” BLOG DO KENNEDY” ( BRASIL)

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s